Vila Pouca de Aguiar afirma-se como um concelho agrícola

Local, Notícias

Decorreu esta quinta-feira, 21 de março, em Vila Pouca de Aguiar, uma sessão de esclarecimento sobre a “Fertilidade do solo e nutrição do castanheiro”. Rui Lagoa, técnico do Gabinete de Apoio ao Agricultor da Câmara Municipal ministrou a sessão.

Nesta sessão, o técnico falou sobre a fertilidade do solo e nutrição do castanheiro, lembrando que temos solos ácidos que precisam de mais cálcio, magnésio e  fósforo. A mobilização do solo deve ser mínima, superficial e acompanhando o relevo.

Das 35 mil toneladas de castanha produzidas em Portugal, 30 mil são desta região, facto a que não estão alheias as condições adequadas em altitude e clima.

Ilídio Fontoura, produtor de castanha, natural de Vilarelho, confessou à Rádio Clube Aguiarense que realizou analises ao solo para saber de que forma deve melhorar a produção. O aguiarense relata que tem recorrido ao Gabinete de Apoio ao Agricultora para ter um solo mais fértil.

Alberto Machado, Presidente da Câmara Municipal, lembrou nesta sessão que a autarquia tem mais dois especialistas focados na produção animal e veterinária que prestam um trabalho gratuito.

O Gabinete de Apoio ao Agricultor vai promover no mês de abril, três sessões, no dia 3, cultivo da aveleira, dia 10, a nogueira e dia 17, a amendoeira.

Luís Miguel Roçadas 

 

 

Menu