Uso de máscara na feira das cebolas em Vila Pouca de Aguiar é obrigatório

Local, Notícias

A essência da Feira das Cebolas é o escoamento de produtos do campo e esta atividade vai manter-se, mas tudo o mais acaba de ser cancelado. Além do principal objetivo da feira, haveria outras atividades no dia 25 de setembro, designadamente o concurso da cebola, as concertinas e o teatro de rua que foram agora anuladas (habitualmente, a feira dura mais do que um dia e inclui corrida de cavalos, concurso pecuário, chegas, bailes, desfolhadas, e outras atividades).

O presidente da Câmara Municipal, Alberto Machado convocou uma reunião com responsáveis da Autoridade da Saúde com o intuito de implementar um plano de prevenção à Covi-19 na realização da Feira das Cebolas, porque «é importante que as pessoas se sintam seguras na comercialização de produtos que são de qualidade».

O mercado irá realizar-se, mas será acompanhado de medidas de segurança e prevenção necessárias com a existência de recintos delimitados através de postos de controlo para higienização e o uso obrigatório de máscara.

A Feira das Cebolas decorre ao longo do dia 25 de setembro, entre as oito da manhã e as seis da tarde, na praça Camilo Castelo Branco, a mostra de produtos locais na praça Luís de Camões, a feira regular na praça João Paulo II e os produtos frescos no Mercado Municipal. A Feira das Cebolas vai receber cerca de meia centena de produtores que irão escoar cerca de 30 mil quilos de cebola, e ainda batatas, pimentos, tomates, malaguetas, cogumelos, compotas e outros produtos locais.

Tem 700 anos o mais antigo documento que refere a feira aguiarense (documentos mostram que em 1319 esta feira foi proibida por D. Fernando, por prejudicar a feira de Vila Real; a restituição da feira é rubricada em setembro de 1417, por D. João I).

Menu