O Forno Comunitário como processo de criatividade

Notícias, Região

O projeto Douro Creative Hub transformou o Mercado Municipal de Vila Real, nos dias 30 e 31 de março, num “Mercado Criativo”. Durante o fim de semana, mais de três dezenas criativos apresentaram trabalhos nas áreas do turismo, gastronomia, arquitectura e inovação tecnológica. 

A Rádio Clube Aguiarense (RCA) marcou presença no evento e foi conhecer alguns dos criativos que mais se destacaram. Estivemos à conversa com David Silva, arquitecto, que desenvolveu um projeto de recuperação do antigo forno comunitário da vila de Leomil, no concelho de Moimenta da Beira.

“Senti que tinha à minha frente uma oportunidade de fazer algo pela minha terra. A história de Leomil está ligada ao forno comunitário. Era necessário dar-lhe uma nova vida e coloca-lo ao dispor da população”, disse.

O arquitecto acredita que projetos desta natureza vão evitar um isolamento das populações. “É necessário reunir-mos esforços para combater o isolamento que sente nas vilas e aldeias. Em Leomil, com a recuperação deste forno comunitário conseguimos tirar as pessoas de casa e fazer com que elas convivam mais, umas com as outras”, mencionou.

David Silva salienta que este projecto pode ser o ponto de partida para que mais fornos comunitários sejam recuperados e reutilizados pelas populações. “Espero que o projeto tenha contribuído para a recuperação de mais fornos. Acho que é algo que faz parte da nossa comunidade e jamais pode cair no esquecimento”, concluiu.

Luís Miguel Roçadas 

 

Menu