“I Aqua Fórum do Alto Tâmega” em Vidago

Região

Potenciar a água, nas suas várias vertentes, enquanto valor distintivo/identitário, agregador e potenciador de crescimento económico na sub-região do Alto Tâmega. É com este objetivo que a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega e o Instituto Politécnico de Bragança apresentam, no próximo dia 30 de novembro, o Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Água, à margem do “I Aqua Fórum do Alto Tâmega”, que terá lugar no Vidago Palace Hotel com o apoio da empresa Empreendimentos Hidroeléctricos do Alto Tâmega e Barroso, EIM, SA.

Este centro, que será criado em breve, visa dinamizar as águas termais e minerais como produtos âncora para o desenvolvimento regional e de promoção da atividade turística, ao longo de todo o ano, em particular em territórios de baixa densidade, procurando gerar inovação em novos produtos, processos e serviços, com impacto na economia, desenvolvimento sustentável das regiões, ao mesmo tempo que estimula a criação de emprego qualificado gerador de valor económico e social. Será um centro de conhecimento, inovação e investigação, que pretende unir “em torno da água” empresas, municípios e instituições de ensino superior.

A sessão de abertura do “I Aqua Fórum do Alto Tâmega” contará com a presença do Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Sobrinho Teixeira; da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho; do Presidente do Instituto Politécnico de Bragança, Orlando Rodrigues; e do Presidente da CCDR-N, Fernando Freire de Sousa. O Ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, encerrará o programa do evento, estando previsto para as 16h45.

Entre outros oradores de renome nacional, os vários painéis contarão com a presença da Associação de Termas de Portugal, na pessoa do seu Presidente, Vítor Leal; Universidade de Coimbra, Iberdrola, Associação Portuguesa de Energias Renováveis, Universidade Católica, Universidade de Vigo, Universidade Nova de Lisboa, Instituto Politécnico de Bragança, Agência Portuguesa do Ambiente e Pena Park Aventura.

Menu