Atelier de costura solidário em Telões faz vestidos para jovens africanas

Local, Notícias

Há um grupo de mulheres, em Telões, que se juntam na antiga escola primária para um atelier solidário que está a vestir jovens africanas, principalmente dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP). A iniciativa é da Associação Vale de Aguiar, que já tem 20 vestidos prontos a enviar para África.

O grupo, composto por oito mulheres da freguesia de Telões, está a trabalhar para o projeto “Dress a Girl Around the World”, uma iniciativa implementada ao nível nacional e internacional, que consiste, basicamente, em fazer/doar vestidos para meninas e calções para meninos que vivem em países carenciados, costurados por voluntárias em Portugal.

“A Associação Vale de Aguiar dinamizava dois ateliers: o atelier de pintura, que funciona aos sábados à tarde, e o atelier Agulhas e Linhas, em que cada uma trazia uma peça para costurar, mas não havia um trabalho comum. Mais tarde, tivemos conhecimento do projeto solidário e resolvemos associar-nos”, contou Deolinda da Conceição Gonçalves, responsável pela associação.

O atelier de Telões colabora com outro, sediado em Vila Real, no edifício da Cruz Vermelha, com fins solidários, que é parceiro direto da iniciativa. “É para lá que enviamos os vestidos. Como eles já tinham o circuito montado, para enviar para Lisboa, foi mais fácil”, continuou.

A ideia não é comprar peças para depois fazer os vestidos. É, sim, aproveitar tecidos, reciclando-os, poupando dinheiro e aproveitando o que não é usado. Recentemente, o atelier esteve na Feira do Ferreirinho, em Telões, onde receberam contribuições da população e promoveram a iniciativa.

“Tem sido uma satisfação muito grande. Como somos quase todas reformadas, saímos de casa, convivemos e ficamos com mais saúde, com a mente mais limpa. Só perde quem não vem. Além disso, dá uma satisfação muito grande saber que estamos a ajudar alguém”, atirou Deolinda da Conceição.

O grupo junta-se às sextas-feiras, das 15h às 17h30, na antiga escola de Telões, onde a associação está sediada. Tem, neste momento, 20 vestidos prontos para entregar, que se serão acompanhados de cuecas e que irão, certamente, contribuir para um rasgado sorriso.

Dress a Girl Around the World

A Dress a Girl Around the World é uma Organização Não Governamental (ONG), fundada em 2009 nos Estados Unidos, com a missão de fazer vestidos para doar a meninas de países carenciados, levando lhes dignidade, proteção e esperança

Em Portugal, iniciou as suas atividades em maio de 2016 pela mão de Vanessa Campos. Em Abril de 2018 a Dress a Girl Portugal (DAG-P) tornou-se numa associação sem fins lucrativos que promove encontros de costura inter-geracionais, combatendo o isolamento social da população sénior, promovendo a melhoria da autoestima, a sociabilidade, a partilha de saberes, a melhoria da dinâmica familiar e a promoção da saúde das suas voluntárias.

A Dress a Girl Portugal conta com a colaboração de vários Ateliers de Costura, Centros de Dia, Escolas, Universidades Sénior e grupos informais, espalhados por todo o país (continente e ilhas), promovendo encontros de costura solidária.

A Dress a Girl Portugal trabalha maioritariamente em parceria com organizações não governamentais de carácter social, nacionais e estrangeiras, fazendo assim chegar os vestidos e calções de uma forma mais segura às crianças que pretendem apoiar. Até ao momento, foram feitos e entregues pela DAG-P mais de 30 mil vestidos e 11 mil calções em 22 países. Em todos os vestidos e calções, colocam no bolso umas cuecas novas, sempre que possível.

Filipe Ribeiro e Daniela Parente

Menu