Ação de sensibilização para comerciantes e não só

Notícias

Às portas de um fim-de-semana em que vigorou o Recolher Obrigatório das 13:00 às 05:00 horas nos concelhos mais afetados pela Pandemia, a Vila de Pedras Salgadas foi palco de uma campanha de sensibilização.

Por: Jorge Moutinho

O estado da Pandemia em Portugal continua a preocupar e na passada Sexta-feira, decorreu uma ação de sensibilização junto de comerciantes em Pedras Salgadas, levada a cabo pela Junta de Freguesia de Bornes de Aguiar, GNR e Proteção Civil de Vila Pouca de Aguiar.

O ponto de encontro foi na Extensão de Saúde de Pedras Salgadas, e daí os elementos das entidades acima referidas seguiram para a Avenida Lopes de Oliveira, onde foram entrando em contacto com vários comerciantes, mas também com alguns cidadãos que circulavam pela rua ou que se encontravam em alguns dos estabelecimentos.

O grande objetivo dessa ação, visava sensibilizar essencialmente os comerciantes para os procedimentos a adotar em relação a aspetos como a promoção do uso de máscara em clientes que entrem nos estabelecimentos, promover a desinfeção das mãos com dispensadores de álcool gel ou por exemplo no caso de restaurantes e cafés, sensibilizar os comerciantes para a distância segura a que as mesas devem estar umas das outras e para o número de clientes que nelas se podem sentar.

O Coordenador da Proteção Civil de Vila Pouca de Aguiar, Duarte Marques refere em declarações à RCA que o objetivo da ação passava por alertar e sensibilizar cidadãos e comerciantes pois “A situação atual é de crescendo e portanto todas as precauções são poucas”, defendendo também este responsável que a cooperação entre instituições é essencial para combater a Pandemia.

Rogério Martins, Presidente da Junta de Freguesia de Bornes de Aguiar, defende que este tipo de campanhas é para repetir pois “Tem de ser uma ação contínua, persistente e presente”. O autarca considera ainda que a campanha de Sexta-feira teve sucesso pois os comerciantes mostraram-se sensíveis às preocupações que a presente situação pandémica impõe.

A Dona Bárbara Coelho, comerciante em Pedras Salgadas é de opinião de que as autoridades e entidades agem da melhor maneira ao andar pelas ruas a informar as pessoas e comerciantes, pois “Há certas pessoas que às vezes pensam que isto é uma brincadeira, que isto não é sério”, e teme ainda pelo futuro dos comércios da zona, dando o exemplo do Natal que se aproxima em que não alimenta expectativas de fazer grandes vendas.

Uma ação decorrida na passada Sexta-feira em Pedras Salgadas que visava sensibilizar os comerciantes, e que a RCA acompanhou, tendo testemunhado o pessimismo de muitos deles em relação ao futuro do negócio.

Mais vistos

Menu