A farmácia das Terras de Jales que é um pilar da saúde num território já muito flagelado

Local, Notícias

Em 2004 abriu em Campo de Jales (Freguesia de Vreia de Jales), a Farmácia Jales que celebra em 2019, 15 anos de existência. A Rádio Clube Aguiarense esteve à conversa com a Dr.ª Marília Carvalho, Diretora Técnica da Farmácia Jales que nos contou como tem sido o percurso do estabelecimento ao longo destes anos.

Por: Jorge Moutinho 

Antes da abertura da farmácia, funcionava na zona um posto da Farmácia Central de Vila Pouca de Aguiar e em 2001, foi aberto um concurso para abertura de farmácias em diversas zonas do país. A Dr.ª Marília concorreu e com êxito o que lhe permitiu abrir a farmácia em Campo de Jales, confessando que foi um sucesso um tanto ou quanto inesperado, pois na altura era recém licenciada, sendo que estudou Ciências Farmacêuticas em Coimbra, onde de resto também tirou uma Pós-Graduação em Análises Clínicas.

Dr.ª Marília Carvalho

Marília Carvalho considera que o balanço destes 15 anos é positivo e uma realização pessoal, e que a população valoriza o trabalho que a farmácia presta à comunidade.  No séc. passado a exploração mineira de ouro na zona de Jales, tornou-a num pilar económico e social do concelho aguiarense durante mais de 50 décadas e quando as minas encerraram no início da década de 90, vieram entre outros, os problemas de saúde que afetaram e ainda afetam muitas pessoas.

A Dr.ª Marília confessa que desde que a farmácia abriu, um dos principais problemas de saúde que encontrou numa parte da população, foi a Silicose, uma doença pulmonar causada pela acumulação de poeiras no sistema respiratório e que causa fortes constrangimentos na respiração. Isso levou a farmácia a prestar uma maior assistência a parte da população, no que diz respeito ao fornecimento de dispositivos inalatórios e medicamentos e tratamentos para melhorar a respiração. A verdade é que esses problemas respiratórios foram e ainda são um flagelo na zona de Jales pois é com tristeza que a Dr.ª Marília constata que muitas dessas pessoas já faleceram desde que a farmácia abriu há 15 anos.

Outro problema grave surgiu no ano passado quando o Posto Médico de Campo de Jales esteve sem médicos durante alguns meses o que levou a que muitas pessoas tivessem de ir a outros locais para terem consultas e efetuarem tratamentos, sendo que dessa forma iam a outras farmácias para adquirirem os medicamentos que eram prescritos. Marília Carvalho defende que a complementaridade entre unidades de saúde e farmácias é essencial e mostra-se aliviada por a situação já estar regularizada.

A finalizar a Dr.ª Marília Carvalho mostra-se apreensiva em relação ao futuro pois considera que é necessário criar emprego para fixar as populações e os mais jovens porque estabelecimentos como a Farmácia Jales situados em meios mais despovoados e envelhecidos são essenciais, mas sempre vai dizendo que uma farmácia é viável se o meio em que se encontrar o permitir economicamente.

A Farmácia Jales em funcionamento há 15 anos é um estabelecimento que tem sido um pilar essencial na manutenção da saúde da população, já muito flagelada pelos problemas de saúde decorrentes da antiga exploração mineira e pelo despovoamento que atinge a zona de Jales desde há muito tempo.

Mais vistos

Menu