Aguiarenses falam dos principais problemas da Central de Camionagem

A Central de Camionagem de Vila Pouca de Aguiar vai ser alvo de uma requalificação ao longos dos próximos meses. O Presidente da Câmara, Alberto Machado, já anunciou um investimento de 400 mil euros para obras de melhoramento do espaço. A Rádio Clube Aguiarense (RCA) foi ouvir os comerciantes e utilizadores da Central de Camionagem para nos falarem dos problemas que gostavam de ver resolvidos. Ermelinda Sousa, artesã, com um loja dentro do edifício principal queixou-se que chove dentro da Central de Camionagem e que lhe entra água pela porta dentro.

Quanto a Nelson Mourão, sapateiro, também ele com um espaço comercial naquele sitio, destacou que era necessário uma pintura no edifício, bem como a requalificação do pavimento. Na opinião do Sr. Nelson a Central de Camionagem “está num estado de degradação e caótico”. Já Isabel Ferreira, administrativa da Aguiarfloresta, Associação Florestal e Ambiental de Vila Pouca de Aguiar, que tem a sua sede dentro da Central de Camionagem, queixou-se da falta de manutenção das casas de banho, salientando que o frio e a chuva são uma constante dentro do edifico. Ouça a reportagem completa no podcast da RCA.

Reportagem e edição: Luís Miguel Roçadas