O amor pelo fado nunca vai acabar em Vila Pouca de Aguiar

É no concelho de Vila Pouca de Aguiar que se respira e sente o gosto pelo fado. Cândida Sousa, Fátima Monteiro, Mário Coutinho, Mário Oliveira, Aduindo Borges, João Sousa e Jorge Santos fundaram recentemente os Fados da Vila. Um grupo aguiarense que procura homenagear os antigos fadistas, bem como os seus fados.

Foi ao som de violas e da guitarra portuguesa que realizamos esta entrevista. Descobrimos histórias e momentos únicos com os nossos convidados. O fado para muitos deles não tem descrição possível. Há quem veja no fado um refugio, mas também quem encontre uma motivação para o seu dia-a-dia. Homens e mulheres que querem manter vivas as tradições do nosso país, ao som da melodia que fala de saudade e amor.

Amália Rodrigues, Fernanda Maria, Alfredo Marceneiro e Fernando Farinha, todos eles foram bons. Mas para os “Fados da Vila”, o que distingue um grande fadista é a sua voz e o carisma com que passa a mensagem ao público. Ouça a entrevista completa no podcast da RCA.

Entrevista e edição: Luís Miguel Roçadas